FAQ

Certificação

Para obter a certificação, além de aprovado no exame e possuir nível superior completo, o candidato deve comprovar Experiência Profissional no relacionamento direto com clientes pessoas físicas, em uma das seguintes áreas: planejamento financeiro, investimentos, planejamento da aposentadoria, gestão de riscos e seguros, planejamento fiscal, planejamento sucessório.

O tempo mínimo dessa experiência profissional será de 1 ano, se supervisionada, ou de 3 anos, se não supervisionada, podendo ser anterior ou depois da aprovação no exame da Certificação CFP®.

As vantagens em possuir a certificação CFP® incluem: ser reconhecido pelos clientes, profissionais da área e pelo mercado nacional e internacional como um profissional que possui alto grau de conhecimento e habilidade nas áreas de atuação do planejador financeiro pessoal. Além disso, este profissional está sujeito a um Código de Ética e Responsabilidade Profissional, que regula as relações entre ele, seus clientes e demais profissionais do mercado.

Para todos os profissionais que trabalham na elaboração de planejamento financeiro individual ou familiar ou em uma de suas áreas de especialização: investimentos e gestão de riscos, previdência complementar, planejamento de aposentadoria, seguros, planejamento sucessório e planejamento fiscal.

É a certificação de maior credibilidade na área de planejamento financeiro pessoal e familiar nos países onde já está consolidada: E.U.A, Canadá, Austrália, África do Sul e Japão, entre outros. Saiba mais no site do FPSB (https://www.fpsb.org/).

A certificação CFP® obtida no Brasil é voltada para a atuação do planejador financeiro no mercado brasileiro. Em outro território, deve-se procurar o órgão responsável para verificar quais ações se deve realizar para tentar uma validação ou nova aprovação localmente.

São mais de 181 mil profissionais (segundo FPSB)

Atualmente são mais de 4.300 profissionais CFP® no Brasil.

Somente profissionais que passaram pelo processo completo de certificação e foram aprovados. Estes devem seguir as regras do Guia de uso das Marcas

 

A Certificação CFP® é uma certificação de distinção, não é uma licença profissional. Dessa forma, em relação a regulamentação de mercado, o profissional que obtém o direto do uso das marcas CFP não ganha licença para nenhuma atuação profissional. A atividade de planejamento financeiro pessoal não é regulada no Brasil.

 

Por exemplo: no âmbito de investimentos, o planejador financeiro pode orientar seus clientes na alocação de recursos por classe de ativos. Caso ele faça recomendações de produtos de investimento, deve obter a licença de Consultor de Valores Mobiliários pela CVM.

Sim, a Certificação CFP® é pessoal e intransferível.

A certificação CPA-20 é obrigatória para os profissionais que atuam nas instituições que aderem ao Código de Autorregulação da Anbima, na venda de produtos de investimentos a investidores qualificados. A certificação CFP® é uma certificação de distinção, não obrigatória e mais abrangente. Enquanto a CPA-20 trata da venda de produtos de investimento, a certificação CFP® engloba, além da área de investimentos, as áreas de previdência, seguros, planejamento sucessório, planejamento fiscal, planejamento financeiro e ética

Estão dispensados da obtenção da Certificação Profissional ANBIMA Série 10 (CPA-10), Certificação Profissional ANBIMA Série 20 (CPA-20) e Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA (CEA), para o exercício das atividades elegíveis a estas certificações os planejadores financeiros que possuem a Certificação CFP® promovida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, enquanto mantiverem a condição de profissionais certificados pela Planejar. Contudo, a Certificação CFP® por si só não renova as demais certificações.

Sim. A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) credenciou a Planejar como uma das entidades aptas a certificar dirigentes e conselheiros de fundos de pensão, juntamente com a Anbima, ICSS, Apimec e IBGC. Saiba mais: https://www.planejar.org.br/noticias/planejar-e-nova-certificadora-de-dirigentes-pela-previc/

Os profissionais CFP® podem solicitar a dispensa da prova de certificação na área de conhecimento Operações (exclusivamente para assessores).

Não. Nem com nenhuma outra atuação profissional: Consultor de Investimentos, Gestor e Administradores de carteiras – estes podem ter a Certificação CFP® sem incorrer em nenhum conflito de interesse entre suas atuações. Os profissionais devem observar as licenças regulatórias exigidas para as atividades exercidas.

Não, o profissional tem que renová-la a cada 2 anos, comprovando sua constante atualização através do Programa de Educação Continuada, re-aderindo ao Código de Ética e realizando o pagamento da anuidade.

O Exame CFP®

Orientações gerais podem ser obtidas no Manual do Candidato. É essencial a leitura do Edital do Exame e do Programa Detalhado. Ainda, é disponibilizada uma lista de fórmulas de apoio. O documentos citados acima,  podem ser encontrados no link http://www.planejar.org.br/exames

As inscrições são realizadas apenas pelo site da Planejar, na seção “A Certificação CFP®” “Próximos exames”.

O valor referente à inscrição para o exame completo é de R$ 1.300,00 e o exame modular é de R$ 350,00 por módulo. No caso da aprovação em ambas as fases da certificação, será necessário o pagamento de uma anuidade no valor de R$ 875,00 para se tornar associado da Planejar e ter direito ao uso das marcas CFP®

Por meio de boleto bancário ou cartão de crédito.

É concedido um desconto de 10% aos que atuam em instituições credenciadas à Planejar na categoria Ouro e 15% aos profissionais que são associados não-certificados (não cumulativo).

A Planejar não estabelece nenhuma restrição para a realização do exame. No entanto, devem ser observados os critérios de Experiência Profissional mínima para a obtenção da certificação. O profissional pode ser aprovado no Exame e não ser aprovado no processo de Certificação.

Entre em contato com a Planejar para atualização de seus dados cadastrais. E-mail de contato: [email protected]

Na semana anterior ao Exame, será enviado por e-mail pela Fundação Carlos Chagas (empresa que aplica o exame) o cartão informativo contendo todas as informações pertinentes. A Planejar também divulga os endereços de cada cidade no site em até duas semanas antes do Exame.

Você pode encontrar as opções de cursos preparatórios na página da Planejar em “A Certificação CFP®”  –  “Como se preparar para o exame”.

A validade de cada módulo aprovado é de dois anos.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A comprovação da experiência profissional é documental: o interessado deverá enviar uma cópia da carteira de trabalho, declaração da empresa, cópia do Contrato Social (no caso de profissional sócio de alguma empresa), ou cópia de Contratos de Prestação de Serviço. Essa comprovação é solicitada na segunda fase do exame para a certificação.

 

A partir da aprovação no exame CFP®, há um prazo de 3 anos para a comprovação da experiência profissional e conclusão do processo de Certificação.

Você deverá preencher um documento padrão da Planejar acessando “A Certificação CFP®” e, posteriormente, “Experiência Profissional”, em que descreverá as atividades de sua trajetória profissional. Ao final, há um campo de aceite para certificar sua ciência sobre a regra da experiência.

Você deverá preencher um documento padrão da Planejar acessando “A Certificação CFP®” e, posteriormente, “Experiência Profissional”, em que descreverá as atividades de sua trajetória profissional. Ao final, há um campo de aceite para certificar sua ciência sobre a regra da experiência.

 

Tanto a experiência acadêmica quanto a PJ não são válidas para a comprovação, pois não atendem ao requisito de atendimento em planejamento financeiro pessoal ou familiar, foco da Certificação CFP®.

Nos cronogramas de cada Exame são estabelecidos os períodos para avaliação da experiência profissional. O candidato deve se atentar às datas registradas e enviar a documentação nesse período determinado. Fora desta data, a experiência não será avaliada.

Conclusão da Certificação

Acessando a “Área do Associado ” no site da Planejar e, posteriormente, em “Minha Certificação”.

Para Associados Não Certificados

Sim. A Planejar também possui a Associação Individual Não Certificado, acesse http://www.planejar.org.br/associacao/associados-individuais/ e entenda o processo.

No site da Planejar. Acesse “Quem somos” e, posteriormente, Associados não-certificados. Você encontrará a ficha de inscrição e as informações necessárias para submissão de sua associação.

Não. Profissionais atuantes ou interessados em um ou mais temas do Planejamento Financeiro Pessoal ou em áreas correlatas poderão se associar nessa categoria.

Essa categoria de associação incide numa anuidade de R$ 400,00.

Para todos os Associados, de qualquer categoria.

Você pode acessar o site da Planejar, na opção “CERTIFICAÇÃO CFP®”,  “COMO MANTER” e vá em “Educação Continuada”. Lá, leia o Manual de educação continuada. Ele possui todas as informações, regras e quantidades válidas para o Programa.

O Programa de Educação Continuada exige a pontuação de 30 créditos a cada 2 anos, sendo, no mínimo 10 créditos qualificados, no máximo 20 livres, além de um mínimo de 02 créditos de Ética. O acompanhamento deve ser feito pela área do associado em “Educação Continuada” e, posteriormente, “Consulta de Créditos”.

O Programa de Educação Continuada exige a pontuação de 30 créditos a cada 02 anos, sendo, no mínimo 20 créditos qualificados, no máximo 10 livres, além de um mínimo de 04 créditos de Ética. O acompanhamento deve ser feito pela área do associado em “Educação Continuada” e, posteriormente,  “Consulta de Créditos”.

Crédito qualificado é aquele dado às atividades promovidas pela Planejar ou por alguma instituição credenciada à Planejar, desde que esta registre a atividade conosco.


A lista de instituições credenciadas encontra-se no site da Planejar, na aba “Quem somos” e, posteriormente, “Empresarial” ( https://www.planejar.org.br/associacao/associados-pessoa-juridica/ ). Ademais, essas instituições

Educação Continuada

Você pode acessar o site da Planejar, na opção “CERTIFICAÇÃO CFP®”,  “COMO MANTER” e vá em “Educação Continuada”. Lá, leia o Manual de educação continuada. Ele possui todas as informações, regras e quantidades válidas para o Programa.

O Programa de Educação Continuada exige a pontuação de 30 créditos a cada 2 anos, sendo, no mínimo 10 créditos qualificados, no máximo 20 livres, além de um mínimo de 02 créditos de Ética. O acompanhamento deve ser feito pela área do associado em “Educação Continuada” e, posteriormente, “Consulta de Créditos”.

O Programa de Educação Continuada exige a pontuação de 30 créditos a cada 02 anos, sendo, no mínimo 20 créditos qualificados, no máximo 10 livres, além de um mínimo de 04 créditos de Ética. O acompanhamento deve ser feito pela área do associado em “Educação Continuada” e, posteriormente,  “Consulta de Créditos”.

Crédito qualificado é aquele dado às atividades promovidas pela Planejar ou por alguma instituição credenciada à Planejar, desde que esta registre a atividade conosco.

A lista de instituições credenciadas encontra-se no site da Planejar, na aba “Quem somos” e, posteriormente, “Empresarial” ( https://www.planejar.org.br/associacao/associados-pessoa-juridica/ ). Ademais, essas instituições também devem credenciar as determinadas atividades para estas entrarem como qualificadas.